Adultos que vivem com crianças têm risco 4% extra de contrair Covid-19

Um novo estudo indica que adultos que coabitam com crianças têm um risco 4% superior de infecção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da doença da Covid-19

Pessoas com menos de 65 anos que vivem com crianças também foram consideradas sem risco adicional de morte por Covid durante a primeira e segunda vaga, revelou a pesquisa divulgada na publicação científica BMJ.

Após analisarem os registros médicos de 12 mil adultos, os investigadores estimam que o número de indivíduos infectados com o novo coronavírus subiu de 810 para entre 850/870 por cada 10 mil pessoas que coabitam com crianças dos zero aos 11 anos. 

Liam Smeeth, professor de epidemiologia clínica, na London School of Hygiene & Tropical Medicine, no Reino Unido, disse: “penso que é correto afirmar que é normal considerarmos que as crianças possam desempenhar um papel crucial na propagação do vírus e que ao regressarem à escola fiquem mais expostas a uma possível infecção”. 

“Mas o impacto disso em termos de saúde em geral é muito pequeno.”.

“O importante a reter é que não está provado que se traduz em casos graves de Covid”, concluiu.

Por Redação