Após perder atletas para a 2ª Divisão de MT, Operário contrata 8 reforços

Por Esportes & Notícias

Com estreia programada para sábado, às 15 horas, contra o Aparecidense de Goiás, no estádio da Serrinha, em Goiânia, o Operário precisou ir ao mercado às pressas nos últimos dias para ter um time competitivo para colocar em campo. É que vários jogadores que já estavam treinando entre os titulares resolveram deixar o clube para defender equipes que vão disputar a Segunda Divisão Mato-grossense.

Com o aval do técnico Edson, a diretoria contratou 8 jogadores que chegam como titulares. São eles: os zagueiros Eduardo Bahia, 26 anos, que estava no Olímpia-SP, e Otávio Augusto, 22 anos, com passagens por times pernambucanos, como Santa Cruz, Náutico, América e Retrô; o goleiro Gabriel, de 22 anos, ex-Mixto, e o lateral-esquerdo Daniel Pedro, de 21 anos, ex-Lagoa Seca-AL; os Marlon Santana, 28 anos, ex-Murici-AL e Plácido de Castro-AC, e Rafael Marcos, de 21 anos, com passagem pelo Confiança-SE e os atacantes Paulinho Mingau, 32 anos, ex-Dom Bosco, Operário-MT e que estava no Mixto em 2020, além do centroavante Lopeu, 28 anos, com atuações por Campinense-PB, América-RN e Frei Paulistano-SE.

A diretoria confirmou que o elenco está com 25 jogadores e que no decorrer da competição pelo menos mais três atletas com bastante experiências serão contratados . Os novos reforços foram apresentados na manhã desta terça-feira, no estádio Dito Souza e a comissão técnica, visando ter um time entrosado para surpreender o Aparecidense confirmou treinos com bola nesta quarta-feira e quinta-feira. A delegação vai viajar na sexta-feira para Goiânia.