Aulas presenciais em MT devem começar apenas em novembro; não presenciais em agosto

Por Esportes & Notícias

As aulas presenciais, ou seja com professores e alunos em sala de aula, em Mato Grosso, só devem começar em novembro, indo até março de 2021. Este foi um dos pontos acordados nesta segunda-feira em uma reunião entre a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), o Conselho Estadual de Educação, presidido pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT) e dirigentes da Associação Mato-grossense dos Municípios, representando prefeitos de 141 cidades do Estado e representantes de escolas particulares. Ficou definido que a partir da próxima semana, dia 14, como já havia adiantado na semana passada o governador Mauro Mendes, os professores interinos começam a ser contratados. O início das aulas não-presenciais terão início no dia 3 de agosto.

“As aulas não presenciais começam em agosto, mas antes, porém, a partir de semana que vem, haverá uma capacitação dos professores. E a presencial volta em novembro, dependendo da situação que estiver o contágio do Covid e terminando em março e abril será as férias. As aulas de 2021 começará em maio”, disse um diretor que participou da reunião.

Na rede estadual, os professores serão treinados e irão utilizar uma plataforma digital para poder disponibilizar o conteúdo de ensino. “Quem vai dominar o primeiro passo será a Seduc e em setembro os professores começam a colocar o conteúdo e acompanhar a frequência dos alunos”, disse o direitor.

Para o deputado Valdir Barranco, a comissão de Educação avalia a situação de momento e com isso decidem se voltam ou não. Mas, tudo dentro da situação momentânea.