Barkin, do Fed, diz que economia deve avançar mesmo sem a imunidade coletiva ao coronavírus

Thomas Barkin
“A hesitação individual será uma barreira real para a imunidade de rebanho”, disse Barkin (Imagem: REUTERS/Ann Saphir)

Os Estados Unidos podem ter dificuldades para alcançar a imunidade de rebanho ao coronavírus, mas a economia pode crescer rapidamente este ano mesmo sem ela, disse o presidente do Federal Reserve de Richmond, Tom Barkin, nesta sexta-feira.

“A hesitação individual será uma barreira real para a imunidade de rebanho”, disse Barkin em comentários por webcast à Câmara de Comércio Harrisonburg-Rockingham, na Virgínia, citando estimativas de que talvez 85% da população precise ser vacinada para impedir a circulação do coronavírus.

“A boa notícia é que não tenho certeza se a economia exige isso (…). Ainda pode ser necessário algum cuidado, mas espero que aqueles que forem vacinados tenham uma grande demanda reprimida –por refeições, entretenimento, viagens … Conforme os casos recuem com as vacinas, clima mais quente, espero que as empresas comecem a voltar às operações normais.”

Por Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *