Bebê na UTI precisa de doação de sangue raro

Um bebê de oito meses está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em um hospital particular, em Cuiabá, e aguarda doação de sangue O negativo, considerado o mais raro. Théo Costa Poder, que mora com a família em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, sofreu seis paradas cardíacas e perdeu muito sangue.

De acordo com a mãe do bebê Vanderluce da Costa, Théo possui síndrome de Down. Nasceu pré-maturo e, logo após o nascimento, foi diagnosticado com pneumonia. Ele está com problemas pulmonares e suspeita de gastrite.

Ele já havia ficado internado na UTI de um hospital também em Cuiabá por 102 dias devido aos problemas respiratórios, mas conseguiu um serviço de home care e voltou para casa.

“Ele tem traqueostomia e crises severas de broncoespasmo. Ele mama somente pela sonda. Durante os oito meses de vida, ele passou apenas 50 dias em casa”, contou.

Segundo Vanderluce, após retornar para Tangará da Serra, o bebê teve dores fortes na região abdominal e começou a sangrar pela boca na terça-feira (19).

“Tivemos que voltar com urgência de ambulância para Cuiabá. Hoje (terça-feira, 25) ele faria uma tomografia, mas, quando tentaram tirá-lo da cama para levar até a sala de exame, ele teve outra parada cardíaca, que durou sete minutos”, disse.

Família e amigos estão realizando campanha nas redes sociais para mobilizar doadores. No entanto, apenas duas pessoas foram compatíveis com o sangue de Théo.

As doações devem ser feitas no Hemosan na Rua Maria do Carmo, no Bairro Santa Helena, em Cuiabá.

 

Por G1-MT