Biden a um passo da Casa Branca; Geórgia vai recontar votos

A contagem dos votos nos estados da Geórgia e da Pensilvânia continua progredindo e os resultados nesses dois estados podem dar esta sexta-feira a presidência a Joe Biden. O candidato democrata ultrapassou Donald Trump nas projeções

desses dois estados. As margens são pequenas, mas a tendência dos votos por correspondência na Geórgia e na Pensilvânia

tem sido favorável a Biden, em certos condados de uma forma esmagadora.

No momento, Joe Biden

conta com 253 votos do colégio eleitoral contra os 214 de Donald Trump. 270 é o número mágico para apurar quem vai ocupar a Casa Branca nos próximos quatro anos

.

Esta sexta-feira, a campanha de Trump divulgou um comunicado no qual garantiu que vai contestar o resultado das eleições. “Esta eleição não acabou”, disse Matt Morgan, o conselheiro da campanha de Trump.

O cenário é bastante favorável para Joe Biden. Nos últimos instantes foram atualizados

os dados da contagem de votos do Nevada e a liderança de Biden

cresceu. Tem uma margem de cerca de 22 mil votos para Trump – 1.8 pontos.

A margem de Joe Biden continua aumentando na Pensilvânia, de acordo com a CNN. O democrata tem agora uma vantagem de mais de nove mil votos para Donald Trump – 0.1 pontos.

Com Joe Biden

à beira da vitória nas eleições, Nancy Pelosi, a presidente da Câmara

dos Representantes, chamou-o de “presidente eleito” durante uma conferência de imprensa, segundo a Sky News.

“É claro que o bilhete Biden-Harris vai ganhar a Casa Branca”, frisou Pelosi, acrescentando que o desfecho das eleições é “iminente”.