Bolsonaro se esquiva de apresentar  provas de suposta fraude nas eleições

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}
figure.wp-caption{display:none!important;}


Jair Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil

Jair Bolsonaro afirmou que nenhum brasileiro confia no sistema eleitoral

Na segunda-feira (9) o presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), alegou ter provas de que as eleições presidenciais de 2018 foram fraudadas contra ele. Bolsonaro afirma ter evidências de que venceu o pleito já no primeiro turno. Em entrevista coletiva, o presidente foi questionado por repórteres sobre as supostas provas e se as entregaria ao TSE, mas não respondeu.

Bolsonaro se recusou a responder as pergutas feitas na saída do Palácio do Planalto, onde um grupo de mulheres realizou orações pelo presidente que preferiu falar sobre sua viagem à Polônia em vez de esclarecer as acusações .

Leia também: Filhos que apontaram ligação de Flordelis com morte de pastor depõem novamente

Após receber a oração e cumprimentar apoiadores, Bolsonaro foi questionado por jornalistas mas os deixou sem resposta ao entrar no carro e deixar a coletiva. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) acompanhava o pai. 

É a segunda vez que Bolsonaro foge de apresentar provas, na terça-feira (10) ele alegou: “Eu quero que você me ache um brasileiro que confie no sistema eleitoral brasileiro”.

Leia também: Coronavírus na Itália: brasileiros vivem rotina de medo e escassez de produtos

Ao fazer a acusação inicial, no entanto, o presidente afirmou ter provas da suposta fraude. “Pelas provas que eu tenho em minhas mãos, que eu vou mostrar brevemente, eu fui eleito no primeiro turno, mas, no meu entender, teve fraude”, disse.

Fonte: IG Política