Cassação definitiva de Selma Arruda deve ser concluída nesta quarta-feira no Senado Federal

Por Esportes & Noticias

Esta quarta-feira, 15 de abril de 2020, pode ser o dia da despedida da ex-juiza Selma Arruda (Podemos) como Senadora a República. Cassada em abril do ano passado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso e em dezembro pelo Tribunal Superior Eleitoral, ela terá, ainda hoje, sua situação definida pela mesa diretora do Senado. Selma Arruda foi cassada por caixa 2 e abuso do poder econômico durante o pleito.

O presidente da casa, Davi Alcolumbre (DEMAC) marcou para esta quarta-feira a decisão final sobre a situação da representante mato-grossense no cargo, que poderá ser assumido, ainda nesta semana pelo terceiro colocado no pleito eleitoral de 2018, o ex-vice-governador Carlos Fávaro.

A posse de Carlos Fávaro deve acontecer por determinação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele ficará no cargo até realização de novas eleições. O pleito estava inicialmente marcado para 26 de abril, mas foi adiado em razão da pandemia do coronavírus.

A votação da mesa diretora do Senado deve acontecer por videoconferência.