Chuteira que Neymar usará na Copa é apresentada

A chuteira que Neymar usará na Copa do Mundo na Rússia foi apresentada nesta quarta-feira, em Londres. Com um novo design, o calçado conta com diferenças tecnológicas em relação ao modelo anterior. “Sempre me senti confortável com a Mercurial. Acho que o conforto é a melhor coisa. Estando confortável, teu futebol e teu trabalho podem ser bem feitos”, disse o craque.

“A chuteira foi desenvolvida tendo em mente a velocidade e atitude dos melhores jogadores do mundo dentro de campo, como o Neymar Jr.. Incorporamos muitos feedbacks que os atletas passaram para nossos designers, para que desenvolvêssemos uma chuteira que parecesse desaparecer do pé”, completou Barbara Casara, diretora de marca para futebol da Nike do Brasil.

O maior evento de futebol do planeta costuma ser usado pelas grandes marcas para apresentar as suas novidades no mercado. A empresa fez isso antes que outras fabricantes tradicionais, como a Puma e a Adidas. As três marcas costumam competir pelas inovações tecnológicas nas chuteiras.

“Lançamos esses modelos com a antecipação necessária para que os jogadores se adaptem a essa nova sensação natural nos pés e estejam plenamente familiarizados e habituados para acelerarem com a nova Mercurial nos gramados do grande palco do futebol mundial, na Rússia”, contou Barbara Casara.

Neymar usará na Rússia o modelo Vapor 360, que possui uma estrutura de construção completa com a tecnologia Flyknit. Com ela, é como se o calçado abraçasse o pé do atleta. “Os novos modelos vestem com maior naturalidade, se tornando uma extensão do atleta. Eliminamos qualquer distração entre o pé e o gramado. Em campo na Rússia com a nova Mercurial, o Neymar Jr. vai poder se concentrar no que faz melhor, seu futebol”, explicou a executiva.

A principal novidade está na sola da chuteira. O material rígido usado em outros modelos deu lugar a uma parte de tecido, o mesmo usado na parte de cima do pé. O material é uma mistura da tecnologia Flyknit, com um tecido costurado, com TPU (Poliuretano Termoplástico). Com isso, existe um suporte para os pés, mas bastante leve.

O que seria a “sola” foi para dentro da chuteira, ficando entre a palmilha e o tecido. Isso faz com que a chuteira tenha por fora um visual inovador. Outro ponto importante são as travas, que ajudam na aceleração e desaceleração do jogador. Elas foram inspiradas no movimento do guepardo, o animal mais rápido do planeta.

Por EXTRA