Cinco morrem em confronto com a Rotam na Estrada de Manso

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Policiais militares trocaram tiros e mataram cinco homens nesta quarta-feira (30) na Estrada de Manso.

 

Segundo informações da PM, o tiroteio envolveu policiais da Rotam (Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Metropolitana) e aconteceu no final da tarde, em uma área de chácaras próximo do lago.

 

Os policiais foram até o local depois de receberem a informação de que bandidos estavam planejando cometer crimes na região.

 

Os homens que morreram estavam em um Gol branco e reagiram à tentativa de abordagem dos policiais. Em um primeiro momento, armados, três deles desceram do veículo e não respeitaram a ordem para que jogassem as armas no chão. Eles então foram atingidos pelos disparos.

 

O mesmo veículo, com dois ocupantes, fugiu do local. Cerca de 100 metros dali uma outra equipe da Rotam tentou interceptá-los.

 

Conforme a PM, a dupla também não atendeu a ordem de parada e apontou suas armas para os policiais. Os dois foram igualmente atingidos pelos disparos.

 

Conforme a Polícia, o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi chamado e confirmou a morte de três homens ainda no local do tiroteio. Os outros dois foram levados para o Pronto-Socorro, mas não resistiram e morreram após dar entrada na unidade médica.

 

Com os suspeitos foram apreendidos quatro armas verdadeiras e uma falsa. Uma das armas apreendidas é uma pistola PT 100 da PM, com registro de furto ocorrido em 2017.

 

Até às 21 horas nenhum dos mortos havia sido identificado.