Criança transexual tenta cortar pênis aos três anos

Uma mãe que está tentando dar visibilidade aos problemas das crianças transexuais recordou o momento em que o seu filho, então com três anos, tentou cortar o pênis com uma tesoura.

Jess Bratton, mãe de duas crianças, diz que o incidente, que aconteceu há cinco anos, a fez perceber que o seu filho não estava passando apenas  por uma fase, mas que realmente não se identificava com o gênero masculino.

Naquele dia, Jess estava na cozinha de costas para o quarto do filho, Logan, quando chamou por ele e este não respondeu. Quando se deslocou ao quarto para ver o que se passava, a criança estava na cama, com uma tesoura apontada ao seu órgão genital. Jess deu um grito que fez a criança parar o que estava para fazer, tendo a mãe explicado que tal ato não resolveria nenhum dos seus problemas.

Logan sempre mostrou interesse em maquiagem e roupa feminina, mas a mãe acreditava que era apenas uma fase. “Percebi ali a gravidade da situação. Não era só uma fase. O meu menino queria mesmo ser uma garota”, afirma Jess.

Incapaz de ver o filho triste, Jess explicou à criança que teriam que falar e ser acompanhados por um médico, e desde que Logan regressou às aulas que tem permitido que se vista como quer. Felizmente, diz a mãe, família e comunidade escolar têm tido um papel fundamental no apoio à criança.

Atualmente, a mãe e Logan, agora com oito anos, aguardam por uma consulta para prosseguirem o processo de alteração de sexo.