Deputado afirma que cada prefeito deve decidir as medidas a serem adotadas

Por Esportes & Notícias

Acompanhando a fala do governador Mauro Mendes (DEM), que deu autonomia aos prefeitos para decidirem as medidas para seus municípios, o deputado Eduardo Botelho (DEM) pontuou que defende que abertura ou não do comércio local seja decidido para cada cidade separadamente.

Em entrevista, na manhã desta sexta-feira (17), Botelho afirmou que não há como padronizar medidas a serem adotadas no combate ao coronavírus em todo o estado.

“Acho que não dá para uniformizar e se ter uma regra para todos. Cada lugar tem que ter uma regra. Cuiabá é uma cidade muito grande, mas tem cidade que tem poucos habitantes e está isolada, longe da capital. Não tem necessidade de parar e trancar tudo. Mas é o que eu acho. Tem que prevalecer a decisão dos prefeitos. São eles que têm as informações”, declarou o deputado.
Em 6 de abril, o governador declarou que cada prefeito vai decidir o melhor para cada cidade. A decisão veio depois de baixar decreto autorizando abertura de comércio e cidades, como Cuiabá, recorrer pedindo a manutenção de fechamento. Fechamento que foi determinado pela Justiça.

Botelho afirma que a população tem que estar preparada para dias difíceis, pois a curva de contaminação ainda não chegou ao seu ápice. Para ele, o isolamento feito ajudou muito, mas dias piores ainda estão por vir.

“Tem gente que pensa que porque fez isolamento isso vai acabar. Não vai. Vai infectar mais gente e é natural isso. É esperança, calma, tranquilidade e se proteger, principalmente o grupo de risco”, esclarece.

O parlamentar ainda lamentou a demissão do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, na tarde desta quinta-feira (16). “É muito triste, pois ele vinha fazendo um bom trabalho. Mas acredito que não vai mudar muita coisa e vida que segue”.