Donald Trump diz que livro do jornalista Bob Woodward é uma ‘fraude’

O presidente americano, Donald Trump, chamou de “fraude”, nesta sexta-feira (7), o livro do jornalista investigativo Bob Woodward sobre sua presidência, afirmando que seu conteúdo é inventado.

“O livro de Woodward é uma fraude. Eu não falo da forma que sou citado. Se esse fosse o caso, não teria sido eleito presidente”, escreveu o presidente em um tuíte, de Montana, onde se encontra.

“O autor usa em seu livro todas as artimanhas possíveis para degradar e depreciar. Gostaria que as pessoas pudessem ver os fatos reais – e nosso país vai muito bem”, acrescentou.

No livro, Woodward descreve várias ocasiões em que funcionários do alto escalão do governo Trump – o ex-conselheiro econômico titular Gary Cohn e o ex-secretário da Casa Branca Rob Porter, em particular – removeram documentos da mesa do presidente para impedir que Trump os assinasse.

Tudo fazia parte de um esforço para blindar a administração e o país do que os funcionários viam como os impulsos mais perigosos do presidente. Caso tivessem recebido a firma de Trump, alguns documentos poderiam ter levado à retirada dos EUA do Acordo de Livre Comércio da América do Norte e de um acordo comercial com a Coreia do Sul. Com as atitudes de sua equipe, o país acabou se comprometendo a renegociar estes pactos.

Woodward classifica estes atalhos para contornar Trump como “nada menos que um golpe de Estado administrativo”.

 

Por G1