Em Jauru, MP também recomenda suspensão de aulas por mais 30 dias

Por Esportes & Notícias

Considerando que a região do município de Jauru (a 425km de Cuiabá) atualmente não possui leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento da Covid-19 e que o cronograma divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) prevê apenas cinco leitos para uma população atendida de aproximadamente 300 mil habitantes na região oeste do estado, a partir do mês de maio, a Promotoria de Justiça da comarca recomendou ao Município a prorrogação por mais 30 dias da suspensão das atividades escolares presenciais na educação.

Com base na recomendação expedida pela 8ª Promotoria de Justiça Cível da capital, a notificação de Jauru foi expedida nesta sexta-feira (24) ao prefeito e à secretária de Educação.

O promotor de Justiça Daniel Luiz dos Santos considerou também que “a liberação dos milhares de alunos e profissionais da educação pública municipal geram grande impacto nas medidas de controle e prevenção do contágio do coronavírus” e que “dentro de cada unidade de ensino existem grupos de risco que precisam ser dispensados para se evitar o risco de contágio e propagação da Covid-19.”

Daniel dos Santos lembrou ainda que as atividades escolares presenciais permanecem suspensas nos demais Estados e Municípios da federação, em observância às medidas restritivas recomendadas pelo Ministério da Saúde. Além disso, a retomada das atividades escolares presenciais causaria impacto não apenas aos alunos e profissionais da educação, mas também às suas famílias.