Empresa de ônibus é alvo de buscas do Gaeco em desdobramento de operação

Por Esportes & Notícias

A empresa de transporte intermunicipal Xavante foi alvo do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta quarta-feira (16) na cidade de Barra do Garças (515 km de Cuiabá).

De acordo com as informações, o Gaeco fez buscas em duas residências na capital e também na empresa de ônibus que fica no interior. Os agentes apreenderam documentos e computadores nas buscas realizadas nesta manhã.

A defesa da empresa que é patrocinada pelo advogado José Eduardo Pena, explicou que não sabia do que se tratava a operação, pois a mesma está em segredo de justiça e mesmo solicitando ao Tribunal de Justiça, não lhe foi revelado.

As buscas duraram mais de quatro horas nos três locais. Apurou-se que a operação realizada nesta quarta-feira, é um desdobramento da operação Rota Final que foi realizada em janeiro de 2018.

Na ocasião foi levantado que a empresa Xavante junto com a empresa Verde Transportes teria se unido em uma articulação para prejudicar a Viação Novo Horizonte, que venceu uma licitação para atuar em 12 rotas interligando municípios do interior de Mato Grosso.

O grupo criminoso desmantelado pela Delegacia Fazendária e Ministério Público Estadual (MPE) teria ligações dentro da Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Estado de Mato Grosso (Ager) e tentou colocar uma série de restrições para a Novo Horizonte desistir da concorrência da licitação que foi orçada em R$ 11 bilhões.