Ernesto diz que falou a verdade sobre Kátia Abreu em caso de suposto lobby chinês pelo 5G

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ex-chanceler Ernesto Araújo disse nesta terça-feira (18) à CPI da Covid que falou a verdade sobre a senadora Kátia Abreu (PP-TO) em março. “Em referência que fiz ao comportamento de Kátia Abreu, eu apenas disse a verdade, relatei um fato. Jamais vou me arrepender de dizer a verdade.”


Na época, o então ministro das Relações Exteriores revelou uma conversa que teve com Kátia e relacionou o lobby chinês pela tecnologia 5G à movimentação da cúpula do Congresso.
“Conversa cortês. Pouco ou nada falou de vacinas. No final, à mesa, disse: ‘Ministro, se o senhor fizer um gesto em relação ao 5G, será o rei do Senado.’ Não fiz gesto algum”, disse na época.

A publicação foi feita após um grupo de senadores pedir a demissão do chanceler, cuja permanência no cargo era considerada insustentável até mesmo por integrantes do governo.

Presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e citada nas postagens, Kátia havia divulgado nota em que acusava Ernesto de mentir e o chamava de marginal.