Espanha para no goleiro Szczesny e empata com a Polônia na Eurocopa

A Espanha empatou pela segunda vez na Eurocopa e ainda não conseguiu apresentar o futebol vistoso que o mundo está acostumado a ver. Na estreia, a equipe comandada pelo técnico Luis Enrique havia ficado no 0 a 0 com a Suécia, em um jogo truncado. Neste sábado, de novo topou com um adversário duro e com estilo parecido de jogo: a Polônia, que segurou o resultado de 1 a 1, com atuação inspirada do goleiro Szczesny, na segunda rodada da fase de grupos da competição, no estádio Olímpico de La Cartuja, em Sevilha.


O característico toque de bola dos espanhóis envolveu os poloneses no campo de ataque, com jogadas pelo meio, inversões de bola e cruzamentos pelas laterais, mas não havia efetividade nas finalizações e nos últimos passes, apesar da posse em grande parte do tempo.

Em uma das investidas que deram certo, a Espanha abriu o placar, com Morata, aos 24 minutos, que escorou para as redes após chute de Moreno. A arbitragem havia anulado e dado impedimento no lance, mas o VAR revisou rapidamente e confirmou o gol do atacante.

O domínio da Espanha era claro, porém a Polônia chegou perto de empatar pelo menos duas vezes. Na principal delas, aos 42 minutos, teve bola na trave de Swiderski em finalização contundente e, no rebote, Simón defendeu chute de Lewandowski, que, até então, não havia marcado no torneio.

Não demorou muito para o primeiro do atacante, eleito o melhor do mundo em 2020, aparecer no marcador da Eurocopa. Aos 8 do segundo tempo, Lewandowski empatou o jogo em um gol de cabeça, após ganhar dividida no alto com o goleiro Simón.

Dois minutos depois, pênalti para a Espanha. Moreno, um dos melhores jogadores na partida, até então, foi para a bola na marca da cal, mas desperdiçou a cobrança e a oportunidade de dar a vitória a sua seleção.

Do meio para o final da partida, na segunda etapa, a estrela do goleiro Szczesny aparecia. O titular da Juventus foi o grande responsável por segurar o empate para a Polônia contra uma Espanha insistente. Chances claras de gol de Moreno, Morata e Fernán pararam no goleiro polonês. A pressão foi grande e a Espanha foi dominante, mas a Polônia aguentou o apito final e, mesmo com um empate, a sensação dos jogadores era de alívio com o primeiro ponto garantido na Eurocopa, mesmo estando na última colocação.

Com o empate em Sevilha, a seleção espanhola fica na terceira posição do Grupo E da Eurocopa, com dois pontos, enquanto a Suécia lidera, com quatro, e a Eslováquia vem logo atrás, com três.