Filha de procuradora e outros trs so presos com drogas

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Raphaela Marla Cícero de Sá Maranhão Ayres, de 30 anos, filha da procuradora de Justiça Eliana Cícero de Sá Maranhão Ayres, foi presa nesta quinta-feira (30) com porções de maconha e cocaína no Bairro José Pinto, em Cuiabá.

 

Além dela, outras quatro pessoas foram detidas em uma casa onde funcionaria uma “boca de fumo”.

 

Conforme consta no boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, quando Raphaela avistou uma viatura da PM, que fazia rondas na região, entrou rapidamente em um táxi, que foi abordado logo em seguida.

 

Os policiais realizaram buscas e encontraram na bolsa da mulher a droga.

 

Questionada a respeito, ela afirmou ser usuária de drogas e que havia comprado os entorpecentes na casa onde estava, no Bairro José Pinto.

 

A PM então retornou à residência e prendeu outros três suspeitos. Com eles foram encontrados oito porções de maconha, além de R$ 2.060 em dinheiro.

 

Todos foram presos e encaminhados para a Central de Flagrantes da PM, no Bairro Verdão, onde foram autuados por tráfico de drogas.