Gisele Bündchen anuncia reabertura de fundação e recebe declaração do marido

“Como sempre digo, a união faz a força. E a gente conseguiu arrecadar mais de 4 milhões e ajudar milhares de famílias”, contou Bündchen

Gisele Bündchen, 40, foi a convidada desta sexta-feira (26) do Conversa com Bial (Globo). No bate-papo a modelo falou sobre a bem-sucedida carreira de modelo, sustentabilidade e a reabertura do fundo Luz Alliance.

“Como sempre digo, a união faz a força. E a gente conseguiu arrecadar mais de 4 milhões e ajudar milhares de famílias”, contou Bündchen. O projeto foi lançado há cerca de um ano, com o objetivo de apoiar causas emergenciais no Brasil durante a pandemia do coronavírus, fornecendo cestas básicas, refeições e kits de higiene.

“Esse momento é tão importante da gente se unir da maneira que a gente puder, pra gente poder ajudar o próximo”, reforçou a modelo, ao contar que a fundação está aceitando doações de qualquer valor. Após falar do projeto, Bial perguntou sobre o marido da brasileira, Tom Brady, 43, o maior campeão do Super Bowl de todos os tempos.

“Ele é uma pessoa muito dedicada, focada. Na vida, não conseguimos chegar a lugar algum sem dedicação. [A carreira dele] tem muitos sacrificios, mas pra ele vale a pena”, disse a modelo antes de chamar o atleta para falar com o apresentador.
Em um momento engraçado da entrevista, Brady afirmou que entendia português, mas não conseguia se expressar no idioma. Bündchen, então falou com ele em português, que, sorrindo, respondeu não ter entendido nada. “Eu digo que falo duas línguas: português e futebol americano”, brincou.

Bial perguntou se Brady pensava em aposentadoria e o ateleta disse estar “mais perto do fim do que do começo da carreira”. “É uma parte maravilhosa da minha vida e conheci muita gente incrível ao longo da carreira, mas a melhor parte do esporte é como ele une as pessoas”, disse.

O apresentador finalizou contando ao jogador que no Brasil, muitas pessoas o conhecem como “Giselo” ou “marido da Gisele Bündchen”. “Não vejo problema nisso. Adorei. Na verdade eu amo minha mulher e estar na vida dela”, disse Brady, emendando que a modelo é inspiradora e se mostrando fã da trajetória da mulher e também de como ela é na vida a dois, o que, para ele, o ajudou a chegar no patamar em que se encontra na carreira.

“Quando eu saio dali [jogo] venho para um ótimo ambiente em casa. Como parceira é alguém que me apoia muito, com certeza emocionalmente sempre que eu não me sinto tão bem, ela dá um jeito de me fazer ver algo de outra forma”, disse. “Quando não me sinto motivado, ela fala algo que me motiva. Um bom parceiro é alguém que tira o melhor de você. Ele olha para você e te levanta. Ela tem sido um grande apoio, com certeza. Eu a amo e amo a família dela também, são pessoas maravilhosas”, concluiu o astro do esporte.

Por Redação