Grupo alinhado a Bolsonaro perde liderança do PSL na Alesp

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}
figure.wp-caption{display:none!important;}

source
Reunião da bancada do PSL na Assembleia Legislativa de São Paulo arrow-options
Reprodução/Facebook Rodrigo Gambale

Reunião da bancada do PSL na Assembleia Legislativa de São Paulo

O grupo de deputados estaduais mais ligados ao presidente Jair Bolsonaro perdeu nesta terça-feira (11) a liderança do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). A derrota veio com o placar apertado de 8 votos a 7, incluindo o de Janaina Paschoal .

O novo líder da sigla na Casa agora é o deputado Rodrigo Gambale , que é considerado menos bolsonarista e próximo do governador de São Paulo, João Doria , e do deputado federal Junior Bozella, que é dirigente estadual do partido, braço direito de Luciano Bivar e visto como traidor pelos seguidores do presidente da República. O nome bolsonarista derrotado foi o do deputado Castello Branco.

Leia também: Nome de Skaf é rejeitado para o comando do Aliança pelo Brasil em São Paulo

Gambale substitui  o Gil Diniz, que era ligado  à família Bolsonaro, e que, em seus discursos na tribuna livre, já chegou a defender Jair Bolsonaro e fazer oposição ao governo de Doria.

O racha no PSL já vem desde o ano passado, mas se intensificou depois que Jair Bolsonaro deixou o partido para criar o seu próprio, o Aliança pelo Brasil. Desde então, parlamentares que manifestaram interesse em migrar para nova legenda tem perdido cada vez mais espaço no PSL.


Fonte: IG Política