Homicdios caem 18% em Cuiab e 38% em Vrzea Grande

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;}

Cuiabá fechou o ano de 2019 com redução de 18% nos homicídios dolosos (quando há intenção de matar). Em Várzea Grande, a queda foi ainda maior: 38%.

 

Os dados são da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), referentes ao período de janeiro a dezembro, e são medidos com base nos registros de boletins de ocorrências.

 

Em Cuiabá, nos 12 meses de 2019, foram registrados 93 homicídios, contra 114 em 2018. Já em Várzea Grande, 50 pessoas morreram em 2019, enquanto o mesmo período de 2018 totalizou 80 registros.

 

Ainda no ano passado, o total de roubos (quando há ameaça ou violência) em Cuiabá reduziu 16%, com 4.315 registros, contra 5.167, em 2018. Em Várzea Grande também houve decréscimo, de 4%. Saiu de 2.460 roubos em 2018, para 2.351, em 2019.

 

Já os crimes de furto também tiveram redução em Cuiabá e Várzea Grande e atingiram a marca de -10% e -1%, respectivamente. Na Capital, o ano de 2019 fechou com 12.925 registros de furto, enquanto no mesmo período de 2018 foram 14.325. Já em Várzea Grande, os registros de furto marcaram 3.796 ocorrências contra 3.837, em 2018.

 

“Nossa política de segurança pública tem concentrado esforços na atuação preventiva e repressiva em todo o Estado. O foco é reduzir os índices de violência em várias frentes, mas principalmente nos crimes contra a vida, roubo e furto. O resultado obtido demonstra o engajamento dos nossos profissionais. Continuaremos trabalhando com o objetivo de levar sensação de segurança para a população”, ressalta o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes.

 

O fechamento do ano dos índices criminais de Mato Grosso está sendo consolidado pelo setor de Estatística. Informações por tipo de crime e Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) estarão disponíveis em fevereiro de 2020.

 

Veículos

 

Os dados de roubos a automóveis também reduziram em Cuiabá e Várzea Grande. Na Capital foram 861 registros em 2019, contra 1.048, em 2018. Já Várzea Grande saiu de 382 registros em 2018 para 306, em 2019.

 

Em 2019, em Cuiabá, foram registrados 335 furtos a veículos enquanto no mesmo período de 2018 somaram 405. Já em Várzea Grande, o ano passado fechou com 120 ocorrências de furto, contra 169 em 2018.