ICMS: comissão da Câmara discute na 4ª proposta que prorroga isenções

aplicação de defensivo na lavouraaplicação de defensivo na lavouraaplicação de defensivo na lavoura

Proejto prorroga por até 15 anos benefícios fiscais vinculados ao ICMS. Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados realiza nesta quarta-feira, 23, audiência pública sobre os impactos do projeto de lei complementar (PLP) 5/2021, que prorroga por até 15 anos benefícios fiscais vinculados ao ICMS extintos em dezembro de 2020, em obediência à lei complementar 160/2017.

A proposta, de autoria do deputado Efraim Filho (DEM-PB), recebeu parecer favorável do deputado Da Vitoria (Cidadania-ES), na forma de um substitutivo, e está pronta para ser votada pela comissão.

O debate sobre a proposta foi solicitado em requerimentos dos deputados Da Vitoria, Heitor Freire (PSL-CE), Júlio César (PSD-PI),  Sidney Leite (PSD-AM) e Alexis Fonteyne (Novo-SP).

Júlio César argumenta que o setor agropecuário sofreu prejuízos com a extinção dos benefícios tributários. Ele acrescenta que estão sendo debatidas propostas de reforma tributária que retiram mais benefícios, o que torna necessário o debate.

Para Fonteyne, a alteração do prazo previsto na lei poderá gerar incerteza, “colocando em xeque todos os avanços alcançados com a lei, resultando não só em um retrocesso no combate à guerra fiscal como na própria reestruturação e reconfiguração fiscal dos estados”.

A reunião acontece no plenário 8, às 9 horas. Foram convidados o coordenador do Fórum Interestadual de Debates do Setor Atacadista Distribuidor, José Damasceno Sampaio; o presidente da Associação Brasileira Pró-Desenvolvimento Regional Sustentável (Adial Brasil), Herculano Anghinetti; o diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), Bernard Appy; e o pesquisador da Universidade de Brasília Sérgio Gobetti.

aplicação de defensivo na lavouraaplicação de defensivo na lavouraaplicação de defensivo na lavoura

Proejto prorroga por até 15 anos benefícios fiscais vinculados ao ICMS. Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados realiza nesta quarta-feira, 23, audiência pública sobre os impactos do projeto de lei complementar (PLP) 5/2021, que prorroga por até 15 anos benefícios fiscais vinculados ao ICMS extintos em dezembro de 2020, em obediência à lei complementar 160/2017.

A proposta, de autoria do deputado Efraim Filho (DEM-PB), recebeu parecer favorável do deputado Da Vitoria (Cidadania-ES), na forma de um substitutivo, e está pronta para ser votada pela comissão.

O debate sobre a proposta foi solicitado em requerimentos dos deputados Da Vitoria, Heitor Freire (PSL-CE), Júlio César (PSD-PI),  Sidney Leite (PSD-AM) e Alexis Fonteyne (Novo-SP).

Júlio César argumenta que o setor agropecuário sofreu prejuízos com a extinção dos benefícios tributários. Ele acrescenta que estão sendo debatidas propostas de reforma tributária que retiram mais benefícios, o que torna necessário o debate.

Para Fonteyne, a alteração do prazo previsto na lei poderá gerar incerteza, “colocando em xeque todos os avanços alcançados com a lei, resultando não só em um retrocesso no combate à guerra fiscal como na própria reestruturação e reconfiguração fiscal dos estados”.

A reunião acontece no plenário 8, às 9 horas. Foram convidados o coordenador do Fórum Interestadual de Debates do Setor Atacadista Distribuidor, José Damasceno Sampaio; o presidente da Associação Brasileira Pró-Desenvolvimento Regional Sustentável (Adial Brasil), Herculano Anghinetti; o diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), Bernard Appy; e o pesquisador da Universidade de Brasília Sérgio Gobetti.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.