Inter faz nos acréscimos, bate o Flu e se aproxima da zona da Libertadores

(UOL/FOLHAPRESS) – O Inter venceu o Fluminense com dois gols nos acréscimos. Neste domingo (15), Edenilson marcou duas vezes, a última aos 48 do segundo tempo, para definir a vitória gaúcha por 4 a 2, no Beira-Rio, pela 16ª rodada do Brasileirão. Yuri Alberto fez o outro gol colorado, e Guerrero o último, aos 50 da etapa final. Nino e Yago Felipe os gols do Flu.


Em 9º na classificação, o Inter tem 21 pontos. Dois a menos que o sexto colocado, Athletico Paranaense, último na linha de classificação para próxima edição da competição de clubes mais importante do continente. Já o Fluminense é o 15º colocado com 17 pontos.

O Inter encara o Santos no próximo domingo (22), na Vila Belmiro. Já o Fluminense volta a campo na quinta-feira (19) para enfrentar o Barcelona-EQU pelas quartas de final da Libertadores.

PARTIDA

Yago Felipe foi a melhor arma do Flu em Porto Alegre. Posicionado mais pelo lado de campo, o jogador teve mais liberdade para participar da construção e não se limitou a marcar. O volante se infiltrou para marcar o gol do Flu e ousou nos passes. Ele se ressentiu de mais companhia nas tramas ofensivas, já que Abel e Luiz Henrique não fizeram um bom jogo e Roger demorou um pouco para tentar mudanças no ataque tricolor.

O Inter marcou seu gol cedo. Antes dos 10 minutos já estava na frente. Então, teve o jogo que queria propor desde o início.

O Fluminense precisou adiantar e deixou espaço para o contra-ataque. Em criações com velocidade, ao menos três vezes o time gaúcho teve chance real de fazer o segundo.

Mas falhou e viu o Flu empatar ainda no primeiro tempo, mudando o cenário do jogo. No segundo tempo, o gol de Yuri Alberto levou o time de novo a uma postura defensiva e a busca pelo contra-ataque. E de novo vieram chances desperdiçadas cara a cara com goleiro e a igualdade derradeira no gol de Nino. Edenilson decidiu já nos acréscimos.

Com Ganso em campo, o Flu perdeu um pouco em mobilidade, embora a trinca de volantes formada por Martinelli, André e Yago tenha dado boa dinâmica ao time. Yago Felipe atou mais espetado na ponta e foi responsável por boas jogadas e algumas infiltrações.

Em um destes ataques ao espaço, ele marcou o gol que deixou tudo igual no Beira-Rio. Os erros defensivos foram decisivos, já que a zaga cochilou nos gols colorados. Sem muitas alternativas para mexer, Roger não conseguiu resolver o problema ofensivo de sua equipe, que até teve a bola, mas não teve tanta contundência. No final, Guerrero marcou o terceiro e definiu a partida para o Inter.

Internacional: Daniel; Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Dourado, Lindoso (Boschilia), Edenilson, Patrick (Palacios) e Taison (Guerrero); Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; André, Yago Felipe (Matheus Martins), Martinelli (Nenê) e Ganso (Wellington); Abel Hernández (Bobadilla) e Luiz Henrique (John Kennedy). Técnico: Roger Machado.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 4 X 2 FLUMINENSE

Data: 15/08/2021 (Domingo)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
VAR: Wagner Reway
Cartões amarelos: Yuri Alberto, Lindoso (INT);
Gols: Edenilson, do Inter, aos sete minutos do primeiro tempo; Yago Felipe, do Fluminense, aos 44 minutos do primeiro tempo; Yuri Alberto, do Inter, aos 13 minutos do segundo tempo; Nino, do Fluminense, aos 39 minutos do segundo tempo; Edenilson, do Inter, aos 48 minutos do segundo tempo; e Guerrero, do Inter, aos 50 minutos do segundo tempo.