Jovem que espera sangue raro dá a luz em Cuiabá

A jovem de 16 anos, que está internada com suspeita de leucemia e aguarda doações de sangue do tipo O negativo, o mais raro, deu à luz ao bebê que esperava, no Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá.

Jossiane Vitorino Antero mora em Araputanga, a 371 km de Cuiabá, e sofreu uma grande queda no número de plaquetas pouco antes do dia do parto. Uma pessoal saudável possui cerca de 160 mil plaquetas, e o nível dela chegou a 10 mil.

O bebê, João Antônio, nasceu forte e saudável na última sexta feira (18) com 2,9 kg e 49 centímetros. A mãe continua internada na ala de isolamento porque ainda está com a imunidade muito baixa.

Ela passou 17 dias internada no Hospital São Luiz, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá e, no dia 12 foi transferida para o Julio Müller, porque lá não tinha recursos para acompanhar o caso dela.

Em Cuiabá, os médicos a diagnosticaram com uma doença rara: a púrpura.

A é uma doença autoimune, que destrói as plaquetas. E tão rara quanto a doença é o tipo de sangue que ela precisa: O negativo. Os médicos ainda estão avaliando uma outra hipótese: leucemia.

A família também precisa de fraldas e roupas para o João Antônio.

 

Por TVCA