Limpeza dos dentes: entenda como é feita e qual a frequência ideal!

A limpeza dos dentes é um procedimento necessário para cuidar da sua saúde bucal

Toda higienização da boca feita em casa com escova e fio dental é um procedimento preventivo e precisa ter um acompanhamento regular do dentista. A limpeza dos dentes realizada em consultório tem a função de eliminar toda placa bacteriana e tártaro que não foram removidos na rotina de higiene. O hábito evita uma série de problemas, como o aparecimento de cáries e inflamações gengivais. Mas qual a frequência ideal para realizar a limpeza dos dentes?

Como é feita a limpeza dos dentes?

A limpeza dos dentes é feita em consultório com escovas rotatórias, pasta profilática, instrumentos manuais e também por meio do ultrassom odontológico. Com esses instrumentos o dentista promove a remoção de toda placa bacteriana e tártaro presentes.

Após a remoção da placa bacteriana e do tártaro, o dentista realiza a aplicação do jato de bicarbonato de sódio que tem a função complementar de polimento e proteger o esmalte dentário. Dependendo da idade do paciente (mais indicada em crianças), ainda pode ser feita a aplicação tópica de flúor como complemento.

Com que frequência deve ser feita a limpeza dental?

A frequência da limpeza dental varia muito de pessoa para pessoa, mas o mais comum é realizar a cada 6 meses. Somente o dentista poderá avaliar a necessidade de realizar em um espaço de tempo menor que o recomendado. Em casos específicos, como inflamações gengivais mais severas, uso de aparelhos ortodônticos fixos ou pacientes que fumam, pode ser necessário um acompanhamento mais frequente.

Quais os benefícios da limpeza dental?

A limpeza dos dentes é um procedimento preventivo que evita o aparecimento de cáries, inflamação, sangramento gengival e o mau hálito. Se realizada periodicamente, pode prevenir que alguns desses sintomas se agravem, evitando assim tratamentos mais invasivos.

A limpeza dental, quando realizada com frequência e com acompanhamento de um profissional, além de ser importante para a saúde, também deixa o sorriso mais bonito. Aliada a bons hábitos de higiene (escova, pasta e fio dental), o procedimento também ajuda na autoestima, confiança e bem-estar do paciente.

Por Redação