Mais de 30 cães são queimados vivos em abrigo de animais na Rússia

Dezenas de cães morreram queimados depois de terem sido utilizados cocktails molotov para atear fogo a um abrigo de animais abandonados na Rússia. Mais de 30 cães – na sua maioria idosos e doentes – foram mortos no incêndio que começou pelas 02h00, em Yekaterinburg, uma cidade perto dos Montes Urais. 

A proprietária Galina Volkova, que mora no abrigo, disse à imprensa local que lutou contra a fumaça densa e conseguiu salvar cerca de 30 cães, mas não conseguiu resgatar os outros antes que o prédio fosse tomado pelas chamas.

Também Galina precisou de tratamento hospitalar depois de ter entrado repetidamente no prédio para ajudar a tirar os animais.

A polícia está investigando o incêndio como criminoso. Segundo Sergei, marido de Galina foram encontradas garrafas cheias de gasolina e parafusos nos escombros.