Mancha exige saída de Roger, e Palmeiras é hostilizado na Academia

O Palmeiras, derrotado por 1 a 0 no Derby em Itaquera, se deparou com um protesto de torcedores em sua chegada à Academia de Futebol na noite deste domingo. A Mancha Alviverde, principal organizada do clube, ainda pediu a demissão do técnico Roger Machado, derrotado três vezes pelo Corinthians na atual temporada.

Em vídeo veiculado pelo programa Mesa Redonda, da TV Gazeta , o ônibus da delegação alviverde aparece tentando entrar nas dependências internas da Academia, enquanto torcedores xingam os jogadores em tom de cobrança.

Em determinado momento do vídeo, é possível ouvir um torcedor hostilizando Dudu, e outro se perguntando sobre a localização de pedras. Também se escuta barulhos de explosões de bombas. No local, havia ao menos uma viatura da Polícia Militar que fazia a escolta do ônibus do Palmeiras.

Também nesta noite, a torcida organizada Mancha Alviverde publicou em sua conta no Facebook um comunicado exigindo a demissão de Roger Machado, que já havia perdido para o Corinthians na fase de grupos do Campeonato Paulista, em Itaquera, e na decisão do torneio, em pleno Allianz Parque .

O Derby deste domingo foi o primeiro desde a polêmica final do Paulistão, da qual o clube alviverde pede a impugnação em função de suposta interferência externa no lance em que o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza anula pênalti de Ralf em Dudu.

Com o revés, o Palmeiras perdeu três posições e agora ocupa o quinto lugar do Brasileiro, com oito pontos ganhos. Pressionados, os comandados de Roger Machado voltarão a campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

 

Por Terra