Manifestação teve produtores de todos os estados, diz Aprosoja

A manifestação organizada por produtores rurais no sábado, 15, em Brasília, contou com pessoas de todos os estados, de acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antonio Galvan.

“Foi muito bom, realmente, é constituído principalmente por produtores rurais”, diz, mencionando também a participação de cristãos, caminhoneiros e outros. Galvan lembra que os produtores povoaram a Esplanada dos Ministérios “por toda a sociedade”, e não por uma pauta ou causa específica de um segmento.

Os agricultores e pecuaristas levaram alimentos para a manifestação, totalizando 50 toneladas, que serão entregues a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A quantidade é considerada por Galvan bastante relevante, pois foi uma ideia de última hora.

“Tivemos a grata surpresa de sermos recebidos pela primeira dama [Michelle Bolsonaro] e o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada”, conta. Michelle Bolsonaro coordena o projeto Pátria Voluntária, que receberá os alimentos.

Apesar de não apresentarem pautas específicas, Galvan diz que os presentes concordam em alguns pontos, entre eles o fim das medidas de fechamento de comércio. Segundo o presidente da Aprosoja Brasil, essas medidas prejudicam a economia e as pessoas.

A manifestação organizada por produtores rurais no sábado, 15, em Brasília, contou com pessoas de todos os estados, de acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antonio Galvan.

“Foi muito bom, realmente, é constituído principalmente por produtores rurais”, diz, mencionando também a participação de cristãos, caminhoneiros e outros. Galvan lembra que os produtores povoaram a Esplanada dos Ministérios “por toda a sociedade”, e não por uma pauta ou causa específica de um segmento.

Os agricultores e pecuaristas levaram alimentos para a manifestação, totalizando 50 toneladas, que serão entregues a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A quantidade é considerada por Galvan bastante relevante, pois foi uma ideia de última hora.

“Tivemos a grata surpresa de sermos recebidos pela primeira dama [Michelle Bolsonaro] e o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada”, conta. Michelle Bolsonaro coordena o projeto Pátria Voluntária, que receberá os alimentos.

Apesar de não apresentarem pautas específicas, Galvan diz que os presentes concordam em alguns pontos, entre eles o fim das medidas de fechamento de comércio. Segundo o presidente da Aprosoja Brasil, essas medidas prejudicam a economia e as pessoas.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.