Marina Silva propõe divisão do SUS em 400 regiões de saúde

Candidata a Presidente da República pela Rede, Marina Silva propõe uma reforma doSUS (Sistema Único de Saúde). De acordo com o plano de governo da presidenciável, o Brasil seria dividido em 400 regiões que teriam gestão compartilhada entre União, estados e municípios. Também participariam entidades filantrópicas e serviços privados e representantes eleitos pela população das cidades.

“Nossa proposta é revolucionar a atual forma de gestão fragmentada e pulverizada substituindo-a por uma gestão integrada, participativa e verdadeiramente nacional”, diz o texto. Nesse modelo, haveria um planejamento regionalizado da distribuição de serviços, leitos hospitalares e ambulatoriais.

A candidata defende descentralização e regionalização, além de escala para ter serviços realmente viáveis econômica e tecnicamente. Algumas prioridades citadas são a garantia ao acesso a medicamentos essenciais, a promoção de seu uso racional e responsável e a ampliação do uso de genéricos.

O plano prevê uma melhora também nas informações do SUS. A ideia é tonar a plataforma mais amigável para o cidadão e com informações como tempo de espera para atendimento. “Para isso, utilizaremos novas tecnologias para modernização dos serviços, como o agendamento de consultas por meio eletrônico e a criação de uma base única de dados do paciente, com objetivo de estabelecer um prontuário eletrônico que permita o acompanhamento integrado por diferentes profissionais da saúde”, diz o texto.

 

Por MSN