Mauro Mendes entrega contas ao TCE e assegura que “fama de caloteiro” ficou para trás

Por Esportes & Notícias

Nesta segunda-feira (31) o governador Mauro Mendes (DEM) entregou o relatório com as contas do Estado de 2019 ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). O balanço aponta redução de gastos de R$ 1 bilhão e crescimento da receita em torno de 3%, como comentou o gestor. Na avaliação do chefe do Executivo, o estado deixou para traz a “fama de caloteiro”.

“Deixou de ser um Estado caloteiro, que era essa a fama que Mato Grosso tinha perante os fornecedores, poderes, prefeituras e até mesmo os servidores públicos que estavam com os salários atrasados. Graças a Deus, viramos essa página. Hoje todos os fornecedores e servidores estão com pagamentos em dia”, afirma o governador.

Segundo ele, a situação de repasses regulares que Mato Grosso usufrui hoje é fruto de decisões duras tomadas no passado. Medidas que resultaram em economia e fizeram com que o Estado caminhasse para o equilíbrio das contas.

“Hoje mesmo um empreiteiro estava aqui dizendo que nunca viu isso, entregar uma medição e em 7 dias receber o dinheiro na conta dele. Esse é um dever que o Estado tem perante os seus fornecedores. Quem paga bem, compra bem. Isso tem ajudado a reduzir o custo da administração pública, o custo das nossas obras, porque os empreiteiros sabem que irão receber sem nenhum empecilho os pagamentos em dia para que possam tocar as obras públicas”, narra o democrata.

As contas serão avaliadas pelos membros do TCE nas próximas semanas.