Médico é sequestrado, mantido em cativeiro em MT e tem caminhonete roubada

Um médico foi sequestrado e mantido em cativeiro por assaltantes entre a noite dessa segunda-feira (3) e a madrugada desta terça-feira (4) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo informações da Polícia Militar, o médico, de 38 anos, ficou refém de ladrões que roubaram e levaram a caminhonete dele para a Bolívia.

O episódio ocorreu na casa do médico, no Bairro Residencial Buriti. O G1 ligou para a vítima, mas ela não quis falar sobre o assunto.

O médico relatou à polícia que estava na casa dele e foi até a caminhonete dele buscar um medicamento. Um homem se aproximou dele e anunciou o assalto. Outro assaltante surgiu e os dois colocaram a vítima para dentro da residência.

Sob ameaças de morte, o médico foi amarrado e teve um travesseiro colocado no rosto, para que não identificasse os ladrões. Um terceiro assaltante conversava com os outros suspeitos pelo lado de fora da casa.

Os assaltantes carregaram televisões, relógios, celulares e outros materiais, como objetos de trabalho, receitas e atestados médicos. Todo o material foi colocado na caminhonete e o médico foi levado junto com os assaltantes.

O médico teve um pano colocado na cabeça e levado na caminhonete até um matagal, já na saída para o município de Guiratinga, a 334 km da capital. Dois dos assaltantes ficaram nesse matagal com o médico e o terceiro ladrão fugiu com a caminhonete da vítima.

O médico ouviu o suspeito dizer que levaria o automóvel para a Bolívia. Por horas a vítima ficou refém nesse matagal.

Os assaltantes fizeram ameaças, deram uma coberta e bolachas à vítima. Depois de usarem droga, os ladrões foram embora em um carro que a vítima não conseguiu identificar.

O médico foi até a beira da estrada e conseguiu pedir socorro.

Por G1