Melhor documentário: “Indústria Americana” bate “Democracia em vertigem”

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}
figure.wp-caption{display:none!important;}

source

Muito se falou desde que o documentário “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, Joanna Natasegara, Shane Boris e Tiago Pavan foi indicado ao Oscar. Apesar da empolgação brasileira de ter um título na maior premiação do cinema mundial, muitos sabiam que o favorito ao prêmio de “Melhor Documentário” era “Indústria Americana”, e na noite deste domingo (9), as especulações foram concretizadas. 

Leia também: Confira lista de indicados e vencedores do Oscar 2020

imagem de socumentário arrow-options
Reprodução

Imagem do documentário “Indústria Americana”

“Indústria Americana”, documentário vencedor do Oscar 2020, conta uma história que aconteceu na cidade de Ohio durante a época pós-industrial. Um bilionário chinês usa um terreno abandonado, onde funcionava uma antiga fábrica da General Motors, para abrir sua própria fábrica. Consciência de classe é a principal bandeira da produção e isso ficou claro no discursso da codiretora Julia Reichert: “O filme é de Ohio, mas também da China, e poderia ser de qualquer lugar onde as pessoas vestem um uniforme e vão trabalhar para trazer uma vida melhor para sua família”, discurssou ao receber a estatueta. 

Já o brasileiro “Democracia em Vertigem”, mostra todo o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. 

Fonte: IG GENTE