Milhetos da Agro Norte têm alto volume de massa e auxiliam na melhora química e física do solo

Desde 2000, a empresa pesquisa e desenvolve materiais da forrageira, como o ANM 17, ANM 25 e ANM 38; novos lançamentos são esperados

A pesquisa e desenvolvimento (P&D) está no DNA da Agro Norte Pesquisa e Sementes. Desde 2000, a empresa está envolvida no lançamento de materiais de milheto, como o ANM 17, o ANM 25 e o ANM 38, forrageiras com alto volume de massa e foco na proteção de solo e reciclagem de nutrientes para plantio de Norte a Sul do Brasil.

“Dentre os benefícios desses materiais, podemos destacar a produção de um grande volume de massa em um período curto de tempo, cerca de 50 dias, a reciclagem do solo, principalmente potássio, ajudando a otimizar a produção agrícola, além da baixa exigência hídrica”, explica Josimar Gross, gerente comercial da Agro Norte.

O especialista também detalha a capacidade de disponibilização de nutrientes e matéria orgânica na rotação de culturas do milheto, além do auxílio no controle de nematóides, e o excelente valor nutricional quando utilizado como pastagem. Os materiais da Agro Norte também são pouco exigentes em fósforo e reduzem Fusarium e Rhizoctonia.

“Temos muitos produtores que citam que o milheto ajuda muito a planta subsequente, como a soja ou milho, inclusive de forma melhor que outras forrageiras existentes no mercado, além de auxiliar a incrementar a produção por conta de suas características de reciclagem de nutrientes. E isso tudo isso com um excelente custo-benefício”, destaca Gross.

A escolha de cada cultivar depende da sua finalidade. O ANM 17, por exemplo, tem foco para a pecuária por sua melhor capacidade de rebrota, o ANM 25 é de ciclo precoce, enquanto que o ANM 38 tem melhor potencial de massa. “A empresa trabalha com pesquisa desde 2000 com milheto e novas cultivares devem ser lançadas”, aponta Gross.

Os materiais de milheto da Agro Norte já estão disponíveis no mercado. Para saber mais sobre cada material, acesse o site da Agro Norte e procure um representante na sua região para adquirir sementes

Por Notícias Agrícolas