Ministros do STF prestam homenagem a Bruno Covas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, disse que o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que morreu neste domingo, 16, deixou “valiosas lições de perseverança e esperança a todos nós”.


Em nota, Fux destacou que Covas “partiu ainda muito jovem”. O prefeito morreu aos 41 anos, vítima de câncer. “Deu grande exemplo de dedicação à vida pública. Toda a minha solidariedade à família, ao filho e aos amigos”, completou.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, que também é ministro do STF, divulgou nota em nome dos demais ministros do TSE em que se solidariza com a família de Covas e com a população paulistana.

“Bruno Covas foi reeleito, no ano passado, com mais de 3 milhões de votos e honrou a tradição democrática da família, que teve no Senador Mário Covas outro integrante respeitado e admirado pela nação brasileira”, completou.