Mixto prepara retranca e dirigente pede árbitro experiente contra o Luverdense

Por Esportes e Notícias

Com dois pontos mais que o adversário de domingo, o Luverdense – 7 contra 5 -, o Mixto sabe que terá um jogo muito difícil em Lucas do Rio Verde. Uma derrota o leva para a Segunda Divisão. O empate garante a permanência na elite.

Diante da situação e contra um adversário que terá o apoio das torcida, o técnico Carlinhos Alves admite que o time vai jogar com o regulamento debaixo do braço, ou seja todo recuado e, procurando em ataques esporádicos e velozes a vitória.

Mas, enquanto Carlinhos Alves prepara o time, a diretoria de preocupa com um outro fator dentro das quatro linhas: a arbitragem. O presidente do Conselho Gestor do clube Walter Fernandes quer um árbitro experiente.

“Temos tido muitos problemas com a arbitragem no Campeonato Mato-grossense. Contra o Mixto foram erros recorrentes diante do Dom Bosco, Araguaia, Cuiabá, e contra o Poconé, o árbitro expulsou o Anderson Pedra no fim do jogo em uma falta normal de jogo. Esperamos que a comissão de arbitragem da FMF tenha consciência na escalação do trio. Não podemos aceitar árbitros, assistentes e delegados da região Norte para este confronto”, dispara o presidente.