Mulheres acusam Morgan Freeman de assédio sexual

Oito mulheres acusaram o ator Morgan Freeman de comportamento inapropriado durante filmagens, entrevistas e em situações pessoais. Segundo a CNN, uma assistente de produção afirmou ter “acariciada” nas costas pelo ator nas investidas dele ao longo de meses de assédio durante a gravação do filme “Despedida em Grande Estilo”.

“Ele ficava tentando levantar minha saia e perguntava se estava usando calcinha”, contou a jovem que se esquivava todas as vezes. “Até que o [ator] Alan Arkin pediu que parasse, então ele enlouqueceu, e não sabia o que dizer”.

Outras mulheres passaram por situações semelhantes, como é o caso de uma produtora sênior do filme “Truque de Mestre”. Em 2012, ela contou à CNN ter sido assediada diversas vezes. “Ele fazia comentários sobre nossos corpos. Sabíamos que quando ele viesse não deveríamos usar nenhum top que mostrasse nossos seios, nem usar nada que detacasse o bumbum, nada que fose ajustado ao corpo”.

Aos 80 anos, Freeman se tornou um dos maiores nomes de Hollywood e ganhou um Oscar como melhor ator coadjuvante em 2004 com o filme “Menina de Ouro.”

A CNN ouviu 16 pessoas, entre vítimas e testemunhas, que relatam casos não só de assédio, mas também de comportamento inapropriado. Oito delas confirmaram que foram assediadas, e outras oito afirmam ter presenciado situações do tipo. Além disso, três jornalistas relatam terem presenciado comentários impróprios vindos do ator nas entrevistas.

 

Por MARIE CLAIRE