Operação de segurança de Bolsonaro em ‘motociata’ custou R$ 1,2 milhão

O reforço no policiamento em razão da motociata com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), realizada neste sábado (12), em São Paulo, custou R$ 1,2 milhão aos cofres públicos, segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado.


A ação teve a participação de 1.433 policiais, com a atuação de batalhões territoriais e especializados, como Baep, Choque e Canil, além de equipes do Corpo de Bombeiros e do Regaste.
O evento também contou com o apoio de cinco aeronaves, dez drones e aproximadamente 600 viaturas -entre motos, carros, bases comunitárias móveis e unidades especiais.