Operário perde de virada, nos acréscimos, para o Vitória, no Espirito Santo

Por Esportes & Notícias

O Operário perdeu a chance de retornar de Vitória, no Espirito Santo com um grande resultado na tarde deste sáhado. Chegou a estar vencendo aos 20 minutos do segundo tempo, quando sofreu o empate e acabou a virada aos 48 minutos em falha do goleiro.

O Operário foi ao Espirito Santo para enfrentar o lanterna do grupo A5 da Série D. Se armou de forma bastante defensiva e mesmo levando uma bola no travessão conseguiu segurar o empate sem gols.

Na fase complementar, o time se manteve fechado, tentando segurar os avanços do Vitória e procurando uma chance nos contra-ataques que veio aos 10 minutos. Lopeu avançou em velocidade e abriu o placar.

Com a vantagem, o Operário recuou ainda mais e o Vitória foi todo para frente. Aos 20 minutos Toni Galego sofre penalidade máxima, convertida por Edinho. O goleiro operariano ainda foi na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Quando o Operário acreditava que poderia ao menos retornar com o empate acabou sofrendo o gol da virada aos 48 minutos. O Vitória avançou pela esquerda e houve o cruzamento. O goleiro operariano tentou sair para interceptar a bola e ficou no meio do caminho. A zaga também falhou e a bola foi parar para Toni Galego que empurrou com o corpo para dentro do gol, fazendo 2 a 1 para o Vitória

Vitória-ES 2 x 1 Operário

Série D /Grupo A5

Primeira fase / 4ª rodada

Data: 03/10/2020

Local: Estádio Salvador Costa –  Vitória-ES

Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO)

Auxiliares: Edson Glicério (ES) e Ademar Júnior Berger (ES)

Cartões: Harrison e Ferrugem (Vitória) e Isael e Weverton (Operário)

Gols: Lopeu, aos 10 2T (Operário) e Edinho, de pênalti, aos 21 2T e Toni Galego, aos 48 2 T (Vitória)

Vitória-ES – 2

Harisson: Grafitti (Cássio), Ferrugem, Lucas Barboza e Émerson: Igor Pimentel (Jeanlucas), Toni Galego, João Denoni e  Baiano (Magrão); Thiago Ramos e Carlos Vitor (Edinho). Técnico: Charles de Almeida

Operário – 1

Isael; Matheus, Matheus Ernandes, Eduardo e Vitinho: Guilherme, Rafa Marcos (Odair Jr), Gil Bahia (Max), e Otávio (Lopeu); Weverton e Daniel (Marlon). Técnico: Edson Ferreira.