Pacientes renais em tratamento começam a ser imunizados nesta sexta-feira (16)

A vacinação será feita pelos profissionais das clínicas, sob a supervisão de um servidor da SMS

Cerca de 600 pacientes que passam por tratamento de hemodiálise em Cuiabá começarão a ser vacinados contra o novo coronavírus (Covid-19) nesta sexta-feira (16). Os pacientes receberão a dose no próprio local onde passam pelo tratamento médico.

A primeira clínica em que os pacientes serão imunizados é a Clinemat, a partir das 9h30. O responsável pela aplicação das doses será o enfermeiro ou o técnico de enfermagem da própria instituição, com a supervisão de um profissional da Secretaria Municipal de Saúde.

“Faremos a imunização dos pacientes do Clinemat na sexta e sábado. A previsão é que no primeiro dia sejam vacinadas 163 pessoas e no segundo dia 146. A Secretaria Municipal de Saúde tem os nomes e CPFs de todos os pacientes, para garantir que apenas quem realize o tratamento no local seja imunizado”, explica a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix.

Ela revela ainda que, na próxima semana, os pacientes das outras clínicas também receberão o imunizante. “Na segunda-feira (19) e terça-feira (20), serão vacinados os pacientes da clínica Davita e na quinta-feira (22) e sexta-feira (23) serão imunizados os pacientes do Centro de Tratamento Renal – CTR, todos devidamente listados”, comentou.

Para o prefeito Emanuel Pinheiro, a vacinação desta população é mais um passo importante para o combate à pandemia. “Os pacientes renais são bastante vulneráveis pois precisam sair de casa constantemente para passar pelo tratamento de hemodiálise e isso faz com que estejam mais expostos ao vírus. Decidimos fazer a imunização deste grupo em parceria com as clínicas, pois podemos ter um controle mais rígido das doses, evitando a questão dos fura-filas. Estamos empenhados na imunização dos grupos prioritários, abrimos novos polos de vacinação e estamos acelerando a aplicação das doses, sempre com cuidados sanitários e com muita responsabilidade”, enfatizou Pinheiro.

Por ROBERTA PENHA