Palmeiras perde para o Atlético-MG em confronto direto pela liderança do Brasileiro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Palmeiras perdeu do Atlético-MG por 2 a 0 na noite deste sábado (14), em confronto direto pela liderança do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe mineira se consolida domo líder da competição, com 37 pontos, enquanto a paulista, com 32, é a segunda colocada –e ainda pode ser ultrapassada pelo Fortaleza na rodada. É a nona vitória seguida do Atlético-MG no torneio.


A equipe de Abel Ferreira usou uma formação alternativa, poupando alguns titulares, como Dudu e Rony, para a decisão de terça-feira, contra o São Paulo, pelas quartas de final da Libertadores.

O primeiro tempo foi relativamente equilibrado, com leve vantagem para os anfitriões. Entretanto, aos 34 minutos, Patrick de Paula acertou Jair, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, reclamou muito da decisão do árbitro Bruno Arleu de Araújo, alegando que seu jogador havia escorregado antes de atingir o atleticano. Como resultado, também levou o segundo amarelo e foi expulso.

A partida então mudou, e os mineiros passaram a pressionar mais. Aos 42, Vargas chutou forte da entrada da área e obrigou Weverton a fazer boa defesa. Cinco minutos depois, no último lance da primeira etapa, Guilherme Arana cruzou da esquerda e o venezuelano Savarino completou de primeira para abrir o placar para o Atlético-MG. Substituto de Abel Ferreira no banco de reservas, seu auxiliar João Martins também foi expulso por reclamação ao fim da primeira etapa. O comando da equipe ficou então a cargo de Victor Castanheira.

O Palmeiras voltou para o segundo tempo com quatro substituições. Considerados titulares, Rony, Zé Rafael e Luan entraram na partida.

Mas a dinâmica do fim do primeiro tempo não mudou. Os mineiros continuaram pressionando e, aos 16, chegaram ao segundo gol com a mesma fórmula: cruzamento de Arana da esquerda e gol de Savarino, de novo desviando de primeira. Para piorar a situação do Palmeiras, o goleiro Weverton se lesionou no lance e teve de ser substituído por Jaílson.

O panorama continuou o mesmo até o fim da partida. O Atlético teve chances para aumentar sua vantagem, e o Palmeiras se limitou a defender-se.

A equipe de Abel Ferreira volta a campo na terça (17), às 21h30, quando recebe o São Paulo no jogo de volta das quartas de final da Libertadores. O Atlético-MG, por sua vez, recebe o River Plate, na quarta (18), pela mesma fase da mesma competição.

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Borrero), Tchê Tchê e Nacho (Calebe); Savarino (Nathan), Eduardo Vargas (Keno) e Hulk (Eduardo Sasha). Técnico: Cuca.

PALMEIRAS: Weverton (Jailson); Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Piquerez; Danilo, Patrick de Paula e Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa); Gabriel Verón (Zé Rafael), Wesley (Rony) e Willian (Luan). Técnico: Abel Ferreira.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 0 PALMEIRAS
Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 14 de agosto de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (FIFA/RJ)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (FIFA/RJ) e Thiago Henrique N. Correa Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-FIFA/RJ)
Cartão amarelo: Nacho Fernández (CAM); Patrick de Paula (PAL)
Cartão vermelho: Patrick de Paula (PAL)
Gols: Savarino, do Atlético-MG, aos 48 minutos do primeiro tempo e aos 16 minutos do segundo tempo.