Pfizer confirma que Carlos Bolsonaro participou de reunião com Wajngarten

Em depoimento à CPI da Covid, o gerente-geral da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo, afirmou nesta quinta-feira (13), que a Pfizer confirmou que duas representantes da empresa foram recebidas em reunião com Fábio Wajngarten e Carlos Bolsonaro.


Questionado por senadores, Carlos Murillo disse que não participou da tratativa da reunião de Wajngarten, mas que na ocasião os representantes da Pfizer estavam presentes e que do governo também. Além disso, o filho do presidente, que não representa o Planalto ou o Ministério da Saúde, também estava no local.

Em seu depoimento na CPI da Covid-19 nesta quarta-feira (12), Fábio Wajngarten disse que não se recordava dos presentes na reunião, que teria acontecido em agosto de 2020, indicando que o filho do presidente não estaria no local.

Carlos Murillo afirmou que somente foi recebido pelo governo brasileiro em novembro, mesmo a farmacêutica já tendo enviando cartas com ofertas de vacinas.