Políticas Públicas voltadas aos idosos serão debatidas em Conferências

Com o tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (Comdipi) realizam entre os dias 21 e 28 de março, as Pré-Conferências do Idoso. Os encontros serão realizados nos Centros de Convivência de Idosos (CCI) Maria Ignês, no bairro CPA III e João Guerreiro, no bairro Coxipó, respectivamente, a partir das 07h30. Os eventos são preparatórios para a Conferência Municipal marcada para os dias 17 e 18 de abril.

Esses encontros preparatórios têm como objetivo, debater e apresentar propostas para a política pública da pessoa idosa, visando à proposição de diretrizes para o aperfeiçoamento das ações, com a participação de todos os segmentos da sociedade que desenvolvem atividades voltadas para esse público. “A ideia é elaborar propostas que contribuam para o fortalecimento das políticas públicas dessa parcela da sociedade no âmbito do município de Cuiabá, não apenas para os que já são idosos, mas também para aqueles que vão envelhecer, estabelecendo assim, o compromisso de todos por um envelhecimento digno”, disse o Presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Jerônimo Urei.

As pré-conferências são abertas à toda a sociedade, especialmente, a idosos, representantes do poder público, da sociedade civil organizada e instituições que lidam diretamente com essa faixa etária. O objetivo é gerar propostas para todos os níveis de governo. Não é preciso qualquer tipo de inscrição para participar.

Os debates serão orientados por quatro eixos: Direitos Fundamentais na construção/efetivação das políticas públicas; Educação: Assegurando Direitos e Emancipação Humana; Enfrentamento à Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa e os Conselhos de Direitos: Seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação de políticas públicas. “Essas pré-conferências são importantes para fomentar os debates e até mesmo tirar eventuais dúvidas dos interessados. Ajudaremos em tudo o que for possível”, afirmou a secretária adjunta de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Hellen Ferreira.

“Por fim, a iniciativa visa trazer um espaço amplo e democrático de reflexão, discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias que apontem diretrizes para o fortalecimento das ações. Tais propostas serão enviadas as instâncias estadual e nacional para a 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (CNDI), que deve ser realizada até 15 de novembro de 2019”, finalizou o presidente.

Por: Redação