Presidiário apanha após assediar esposa de colega de cela

Um vídeo que começa a circular nas redes sociais revolta a população brasileira, mais uma vez. Presidiários, com posse de celular e internet, conseguiram publicar uma gravação onde espancam um colega de cela pelo mesmo ter assediado a mulher de outro detento e ainda ter usado o celular dos presos para conversar com outras mulheres. Apesar das imagens mostrarem o espancamento e como funciona a “Lei da Prisão”, os internautas ficaram indignados ao ver mais uma vez como é fácil burlar o sistema para os detentos, que quase sempre estão com celulares e conectados com todos pela internet, o que seria proibido na legislação brasileira. 

Apesar da polêmica, a gravação mostra um detento com as mãos amarradas, ganhando um grande discurso do presidiário que grava toda ação. “Você está sofrendo isso porque foi oportunista”, começa o “juiz” do tribunal do crime. O homem ainda explica que o acusado esperou para usar o celular para conversar e mandar fotos para duas mulheres, sendo que uma delas é a esposa de um “dos irmãos”, como são citados nas is imagens. 

“Nunca mais vai acontecer isso, foi meu erro, sou um comédia”, afirma o criminoso que está sendo punido pelos colegas. O punido parece, ao menos, tranquilo com o que irá receber dos outros detentos. “Eu quero pedir desculpas para a senhora do irmão”, afirma o “mulherengo”. Nesse momento, ele é interrompido e o mandam pedir desculpas para o outro presidiário, que acabou descobrindo a traição. 

Nos últimos segundos do vídeo, pode ser visto dois homens pelas costas dando chutes no criminoso. Quando a imagem abre, há um grupo de detentos dando socos e chutes nas costas e na cabeça do punido. Quando a punição acaba, os homens desamarram a mão do detento. 

“Podem tudo se matar”, afirma um dos internautas. Outros no entanto, foram para outro lado, questionando como os presidiários possuem e usam com tanta liberdade um celular na prisão. “Só falta uma lei no Congresso pedindo wifi para todos os presídios do Brasil”, comentou um internauta, indignado com o fato. 

Por NEWS 365