Previsão é de pouca chuva no Sul-Sudeste e maiores volumes no Norte

As imagens de satélite desta terça-feira mostram uma área de baixa pressão na altura da costa, entre o Sul e o Sudeste do Brasil. Esse sistema é responsável ela variação de nebulosidade e também pela condição de chuva. Até o final dessa semana, tem previsão de chuva muito fraca entre o leste de Santa Catarina, Paraná e o litoral paulista. Também tem previsão de chuva entre o norte do Rio de Janeiro e Espírito Santo, mas ainda com baixos acumulados — no máximo, 15 a 20 milímetros.

O extremo Norte do Brasil segue com os maiores acumulados de chuva, chegando a 30 milímetros, e ao longo da costa do Nordeste, principalmente faixa leste da região, ainda tem previsão de chuva.

O interior do Brasil continua com tempo seco, a temperatura deve subir cada vez mais, vai chegar perto dos 40ºc durante a tarde e essa combinação de tempo seco e quente vai favorecer o aumento no número de queimadas.

No próximo período, do dia 9 a 13 de agosto, a chuva atinge a região Sul do Brasil, mas apenas de maneira muito fraca, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Volta a aumentar a chuva no extremo Norte do País, chegando a 30, 40 milímetros, e continua a chover na costa do Nordeste, principalmente na faixa leste.

As imagens de satélite desta terça-feira mostram uma área de baixa pressão na altura da costa, entre o Sul e o Sudeste do Brasil. Esse sistema é responsável ela variação de nebulosidade e também pela condição de chuva. Até o final dessa semana, tem previsão de chuva muito fraca entre o leste de Santa Catarina, Paraná e o litoral paulista. Também tem previsão de chuva entre o norte do Rio de Janeiro e Espírito Santo, mas ainda com baixos acumulados — no máximo, 15 a 20 milímetros.

O extremo Norte do Brasil segue com os maiores acumulados de chuva, chegando a 30 milímetros, e ao longo da costa do Nordeste, principalmente faixa leste da região, ainda tem previsão de chuva.

O interior do Brasil continua com tempo seco, a temperatura deve subir cada vez mais, vai chegar perto dos 40ºc durante a tarde e essa combinação de tempo seco e quente vai favorecer o aumento no número de queimadas.

No próximo período, do dia 9 a 13 de agosto, a chuva atinge a região Sul do Brasil, mas apenas de maneira muito fraca, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Volta a aumentar a chuva no extremo Norte do País, chegando a 30, 40 milímetros, e continua a chover na costa do Nordeste, principalmente na faixa leste.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.

Canal Rural © 2020 Todos os direitos reservados.