Projeto visa perda de direitos para políticos condenados

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}
figure.wp-caption{display:none!important;}

source
Bibo Nunes arrow-options
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Deputado Bibo Nunes quer impedir que políticos condenados mantenham direitos


Um projeto de lei, que deve ser discutido nos próximos dias pela Câmara Federal, pode colocar fim nos direitos de políticos condenados decorrentes do cargo, função pública ou mandato eletivo que estiver ocupando ou tiver ocupado.decorrentes do cargo, função pública ou mandato eletivo que estiver ocupando ou tiver ocupado.

Leia também: Filho de Eduardo Campos pode ter apoio do PSL para se candidatar a prefeito

O Projeto de Lei 6382/19 determina que o agente público condenado criminalmente fique sujeito à perda de todos os direitos decorrentes do cargo, função pública ou mandato eletivo que estiver ocupando ou tiver ocupado.

O texto altera o Código Penal, que hoje já prevê como efeito da condenação a perda de cargo, função pública ou mandato eletivo.

Leia também: Grupo alinhado a Bolsonaro perde liderança do PSL na Alesp

A proposta, do deputado Bibo Nunes (PSL-RS), tramita na Câmara dos Deputados. Ele argumenta que no Brasil ex-agentes políticos conservam privilégios decorrentes de cargos ocupados anteriormente como se ainda estivessem no exercício das funções.

“Chega-se ao absurdo de permitir que pessoas condenadas por crimes de corrupção e outros delitos contra a administração pública sigam usufruindo de vantagens, como a utilização de servidores para segurança e apoio pessoal. Não podemos tolerar que criminosos que tenham lesado as instituições públicas sejam beneficiados com regalias suportadas pelo Estado”, afirma o parlamentar.

Tramitação
O projeto será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de ser votado pelo Plenário.

Fonte: IG Política