São Paulo tenta manter boa fase contra o Novorizontino com Crespo em alta

O time lidera o seu grupo com sete pontos, ostenta o melhor ataque do Campeonato Paulista (nove gols) e ainda tem no banco um comandante que, além de mudar o astral do time, foi eleito o segundo melhor técnico das Américas

O São Paulo enfrenta o Novorizontino neste sábado, às 16h30, fora de casa, em um momento mais do que favorável para seguir em paz com a torcida. O time lidera o seu grupo com sete pontos, ostenta o melhor ataque do Campeonato Paulista (nove gols) e ainda tem no banco um comandante que, além de mudar o astral do time, foi eleito o segundo melhor técnico das Américas.

A votação contou com 390 jornalistas do continente e Hernán Crespo ficou atrás somente do ex-meia Marcelo Gallardo, do River Plate, que arrebatou o título pela terceira vez consecutiva.

O treinador do time do Morumbi teve como destaque a conquista do título de forma invicta da Sul-Americana do ano passado à frente do Defensa Y Justicia, da Argentina. O português Abel Ferreira, do Palmeiras, ficou na terceira posição.

Em meio a esse reconhecimento, o ex-atacante argentino conseguiu colocar o São Paulo nos trilhos após um fim de temporada em que o time foi muito criticado pela perda do título do Brasileiro e pela brusca queda de rendimento.

No Campeonato Paulista, após tropeço na estreia, o São Paulo já se consolida como um dos favoritos. Além de derrotar com autoridade a Inter de Limeira na segunda rodada como visitante (4 a 0), a equipe são-paulina ainda goleou o Santos em seu primeiro clássico no Estadual. “O trabalho está só começando e gostaria de parabenizar o elenco pela disposição que o time apresentou em campo. Isso é atitude e capacidade de adaptação”, falou o treinador.

Além de duas vitórias convincentes, Crespo ainda resgatou a confiança do atacante Pablo. Na temporada passada, o jogador não conseguiu manter o nível de atuações e perdeu espaço no elenco para o jovem Brenner.

“Creio que o Pablo vai render muito mais ainda. Estou satisfeito com o que ele tem feito e a tendência é crescer ainda mais. Mas temos um conjunto muito bom e isso dá mais qualidade ao nosso time na hora de atacar.”

Dono do ataque mais positivo, os destaques deste início de calendário vêm sendo Pablo e Gabriel Sara, ambos com dois gols. Para efeito de comparação, quem mais chegou perto no Paulista, considerando os quatro grandes, foi o Palmeiras. Seu ataque funcionou cinco vezes. O Corinthians colocou quatro bolas na rede e o Santos três. Entre os rivais do interior, o melhor ataque é da Ferroviária: sete tentos.

E se o São Paulo chega embalado nesta quarta rodada, o adversário local vive uma realidade oposta. Lanterna do grupo C, o Novorizontino ainda não venceu no Paulista e ocupa a lanterna da chave com dois pontos em três partidas.

E se o ataque vem fazendo a diferença (nove gols em três rodadas), a defesa também agradou. Tiago Volpi foi vazado somente na partida de estreia, no empate de 1 a 1 com o Botafogo. Crespo, no entanto, prega cautela após obter sete pontos em nove possíveis (aproveitamento de 77,7%).

“Vamos passar por tempos difíceis. É ilusão achar que vamos estar assim o tempo inteiro. Mas estamos num processo correto”, falou o treinador que vai ganhar ainda dois reforços importantes para o setor: O lateral Orejuela e o veterano zagueiro Miranda.

Sem o zagueiro Arboleda, que ganhou uns dias de folga, Crespo deve mandar a campo uma zaga formada por Bruno Alves e Rodrigo Freitas. O São Paulo anunciou nesta sexta mais um caso de jogador afastado por covid-19: o zagueiro Diego Costa, que se junta aos laterais Wellington e Léo. O defensor Luizão, da base, também foi detectado como vírus e já está isolado.

O técnico Léo Condé terá força máxima para escalar o Novorizontino diante do São Paulo, no estádio Jorge Ismael de Biasi. E deve fazer mudanças pontuais na formação do time que vive jejum dentro da competição. Na última partida, perdeu para a Internacional de Limeira por 1 a 0, fora de casa.

A principal dúvida do treinador está no ataque. Contra a Inter, os titulares foram Danielzinho, Cléo Silva e Jenison. No entanto, existe a possibilidade de Douglas Baggio e Guilherme Queiroz figurarem entre os titulares. Já na lateral direita, a disputa fica entre Felipe Rodrigues e Ricardo Luz.

O Novorizontino tem apenas dois pontos, conquistados nos empates contra Ponte Preta e Mirassol, ambos por 1 a 1. Na tabela, é o lanterna do Grupo C, atrás de Ituano (sete), Red Bull Bragantino (cinco) e Palmeiras (quatro).

 POR ESTADAO