Secretário da Sedec destaca importância das ações do Governo de Mato Grosso para atrair investimentos

Em live no Instagram do site Olhar Direto, o secretário César Miranda falou sobre linhas de crédito para micro e pequenos empresários, investimentos e pandemia

“Desenvolvimento econômico é um bom ambiente de negócios, o que não significa somente a parte econômica, mas a estrutura como segurança, saúde e educação nos locais onde o empresário vai investir”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, em uma live do site Olhar Direto, nesta sexta-feira (26.03).

Ele citou as linhas de crédito da Desenvolve MT lançadas pelo Governo do Estado para atender emergencialmente o setor de bares, restaurantes e eventos e micro empreendedores individuais. Serão R$ 55 milhões, sendo R$ 45 milhões do Governo e R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa.

Miranda lembrou que, além das linhas de crédito, especificamente ao segmento de bares, restaurantes e eventos será permitido o parcelamento das dívidas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) por até 60 meses, para operações ocorridas até julho de 2020. 

E para as empresas do segmento inscritas no Simples Nacional, será possível postergar o ICMS de março, abril e maio deste ano, que poderá começar a ser pago somente após o mês de junho, em seis parcelas. Outro benefício é a postergação do IPVA e do licenciamento também para pagamento depois de junho.  

“Até qunata-feira (25) mais de 5 mil pessoas já haviam feito solicitações de crédito por meio do site da Desenvolve MT. Há muitos empreendedores em dificuldades nesta pandemia e precisamos dar todo o apoio necessário para que preservem seus negócios e os empregos”, afirmou Miranda.

O secretário ressaltou que, mesmo durante a pandemia, o Governo de Mato Grosso continua trabalhando para que haja um ambiente de negócios atrativo para os investidores nacionais e internacionais.

“Temos a servidora  Ariana Guedes em missão na China, que foi fundamental para a aquisição de insumos durante a pandemia e que tem o papel de prospectar negócios e auxiliar o Governo com este cliente. Há ainda a ZPE em Cáceres, temos o agronegócio mais sustentável do mundo e que segue batendo recordes, incentivos fiscais solicitados por adesão, dando celeridade a todo o processo. Em síntese, estamos criando um ambiente interessante juntamente com ações de outras secretarias para que haja muito investimento no Estado”, avalia.

Durante a entrevista, os seguidores do site no Instagram também questionaram sobre o novo decreto do Governo do Estado que endurece medidas para conter a proliferação do coronavírus em Mato Grosso.

“Estamos vivendo no limite emocional e físico e este decreto veio para adequar algumas questões entre os Governos estadual e municipais. Temos agora a reedição de dois decretos, um sobre classificação de risco dos municípios, que vai orientar os gestores municipais nas tomadas de decisões, e outro sobre horários de funcionamento de serviços. Estamos combatendo uma doença terrível que não escolhe mais as pessoas e temos que optar pela saúde”, finalizou.

Por Thielli Bairros