Sinfra e Sefaz firmam cooperação para reforma das unidades fazendárias em MT

Os projetos contemplarão tanto a sede em Cuiabá quanto os prédios do interior do Estado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) firmaram cooperação técnica para a elaboração de projetos executivos de construção, reforma e manutenção das unidades fazendárias de Mato Grosso. O objetivo é unir esforços para a melhoria da estrutura física e, por consequência, da qualidade da prestação do serviço no Estado.

Os projetos desenvolvidos contemplarão as unidades da Sefaz, tanto nos prédios da sede quanto no interior do estado. Na sede, localizada no centro político, as manutenções e reformas serão realizadas, a princípio, nos Complexos I e II, porém a obra se estenderá aos demais complexos, incluindo a obra inacabada deixada por gestões anteriores.

O secretário Adjunto de Administração Fazendária (SAAF), Kleber Geraldino, explica que o projeto referente ao Complexo I já está em execução desde o início desse mês. Ele ressalta a importância do termo de cooperação que vai possibilitar que a modernização das unidades, que há mais de 10 anos não recebiam nenhum tipo de manutenção ou reforma.

“Hoje temos prédios antigos, com fiações, tubulações e esquadrias antigas, que apresentam constantes problemas. São unidades que nunca receberam reforma ou manutenção ou que estão sem isso há mais de 10 anos. Portanto, o objetivo é modernizar toda a Secretaria de Fazenda, começando pela sede”, afirma Kleber Geraldino.

De acordo com a cooperação, fica sob a responsabilidade da Sinfra a elaboração dos projetos de engenharia das unidades fazendárias. Também está prevista a elaboração de projetos executivos de pavimentação dos pátios, incluindo estudos, relatórios, laudos, memoriais descritivos, orçamentos e apoio na fiscalização das obras.

“É uma parceria que a Sinfra está fazendo, dando apoio para a elaboração do projeto para que possamos ajudar na restauração da sede da Sefaz e também das unidades no interior do Estado.  A intenção é que os servidores tenham uma melhor estrutura física para trabalhar, consigam ter mais qualidade de trabalho em razão das melhorias e os contribuintes sejam ainda melhores atendidos”, explicou a secretária-adjunta de Cidades da Sinfra, Rafaela Damiani.

Por Lorrana Carvalho/Karine Miranda