Soja: chuvas diminuem no Sul e se concentram no Nordeste e Centro-Oeste

Também há previsão de chuvas para parte do Sudeste e do Norte do país, com chance para temporais em algumas regiões

As chuvas começam a diminuir na região Sul do país. Isso não significa que não irá chover, mas boa parte da região terá tempo seco e aberto nos próximos dias. Enquanto isso, no Nordeste as instabilidades começam a se tornar regulares e vão ganhando acumulados maiores a cada dia.

SUL

Nesta quarta-feira ainda há previsão de chuvas no Sul do país, mas elas serão bastante pontuais e afetarão algumas regiões apenas, como o norte e oeste do Paraná, centro-oeste de Santa Catarina e noroeste do Rio Grande do Sul. No centro-leste paranaense, leste de Santa Catarina e quase todo Rio Grande do Sul o tempo seguirá seco.

Na quinta-feira o tempo seca ainda mais e, agora, só há previsão de chuvas no noroeste do Paraná. O restante das áreas de soja terão um dia mais seco.

SUDESTE

Nesta quarta-feira as chuvas seguem espalhadas por toda quase toda região. Os maiores acumulados acontecem no centro-leste de São Paulo. Enquanto no nordeste mineiro e sul paulista o tempo segue firme. O restante das regiões terão chuvas manchadas e com baixos acumulados.

Na quinta-feira as chuvas ganham força no leste de Minas Gerais, noroeste e sul de São Paulo, com chance para temporais. Já no leste e noroeste mineiro o tempo seco predomina.

CENTRO-OESTE

Na quarta-feira, os volumes de chuva seguem elevados pelo Centro-Oeste, maiores acumulados entre o sul e leste de Mato Grosso, Goiás e no norte de Mato Grosso do Sul. Além de potencial para alagamentos e inundações nessas áreas, aumenta o risco para rajadas de vento e queda de granizo entre os 3 estados.

Durante a quinta-feira, as condições seguem para fortes temporais na região, dessa vez, em especial o Pantanal, sul e oeste de Mato Grosso, que devem receber os maiores acumulados de chuva, com fortíssimos temporais e ventania. Risco de alagamentos e inundações nas três capitais e no Distrito Federal.

NORDESTE

Os temporais previstos no dia anterior para a Bahia, não se confirmaram. Mas ainda assim a região oeste segue com muitas chuvas. No Maranhão as chuvas afetam desde norte até o sul, mas de maneira manchada e com baixos acumulados. No Piauí também há previsão de instabilidades de norte a sul, mas a parte central do estado deve ficar mais seca.

A previsão de temporais para a região se transferiu para a quinta-feira. No oeste da Bahia, sul do Maranhão e sul do Piauí são esperados temporais.

NORTE

A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) atua próximo ao Amapá e norte do Pará ao longo desta quarta-feira, intensificando a chuva na região e mantendo o risco para volumes elevados e potenciais transtornos, como alagamentos e transbordamento de rios e córregos. Também chove forte no Tocantins, onde os temporais ocorrem especialmente durante a tarde e vem acompanhados por trovoadas, ventos moderados e acumulados expressivos de chuva.

Na quinta-feira, destaque para chuva intensa esperada para o estado do Tocantins e sul do Pará. Os volumes tendem a ser elevados, e por isso atenção mais que especial para o risco de transtornos. No Amapá, segue chovendo forte e mais um vez há expectativa para altos acumulados. Nas demais áreas da região, a chuva ocorre na forma de temporais isolados durante a tarde, acompanhados por raios e ventos moderados.

Por Daniel Popov

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *