Toffoli ficará em isolamento após ter contato com Davi Alcolumbre

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}
figure.wp-caption{display:none!important;}

Agência Brasil

Ministro Dias Toffoli arrow-options
Nelson Jr./SCO/STF

Ministro Dias Toffoli vai começar a trabalhar de casa

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli , informou nesta quarta-feira (18) que vai ficar em isolamento domiciliar por uma semana após ter tido contato com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre . O senador teve resultado positivo para o novo coronavírus . Segundo a assessoria do ministro, a medida é preventiva e segue os protocolos do Ministério da Saúde.

Na segunda-feira (16), Toffoli convocou uma reunião no STF para tratar de medidas de combate à doença. Além de Alcolumbre, participaram da reunião o presidente da Câmara, Rodrigo Maia ; cinco ministros da Corte; o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta ; o advogado-geral da União, André Mendonça ; o procurador-geral da República, Augusto Aras ; e presidentes de tribunais superiores.

Leia também: Câmara aprova decreto de calamidade pública pelo novo coronavírus

Durante o período do isolamento, Toffoli vai trabalhar em casa para decidir as demandas do tribunal.

Mais cedo, o STF decidiu reduzir a frequência de realização de sessões presenciais para evitar aglomerações de pessoas nas dependências da Corte devido à pandemia do novo coronavírus, mas o tribunal não será fechado.

Leia também: Brasil tem 428 casos confirmados do coronavírus, diz ministério da Saúde

Os ministros e servidores vão continuar trabalhando, mas de forma remota, por meio do sistema eletrônico de processos. O trabalho ocorrerá em casa ou nos gabinetes. Os julgamentos virtuais também serão ampliados pelo Supremo.

Fonte: IG Política